Quando cansamos de ser nós mesmos.


   Tem alguns dias que você não quer estar na sua pele, estar na sua casa e nem mesmo nos lugares que te fazer sentir bem, é nesses momentos que você cansa de ser você mesmo, calma lá, eu não quis dizer que de repente você deve pintar o cabelo de rosa choque, fazer uma tatuagem de coração com flecha e "pirar" geral, vamos por parte.
      Não é que temos que mudar nosso estilo, nosso modo de se vestir ou de se comportar, mas precisamos pelo menos uma vez perdida deixar de ser nós mesmos, fazer aquela coisa que você disse: "Eu nunca faria isso" há meses atrás, pense um pouquinho, todo mundo tem aquele seu momento, não vou te julgar por isso, eu por exemplo, falei: "Nunca vou ficar pintando o meu cabelo", e só nessa semana pintei duas vezes, eu sei, não é tão radical quanto pular de paraquedas, mas quando queremos sair de nós mesmos, a primeira coisa que deve ser feita é reparar em pequenas coisas, coisas que você não repara quando está no seu celular postando vídeos ao vivo, quem somos nós naquelas lentes?
      Será que é ali que deixamos de ser nós mesmos? Será que uma câmera muda as pessoas? Quando você deixa algo de lado, até mesmo a câmera, começa a reparar coisas escondidas, por exemplo, aquele objeto sempre esteve aqui na sua casa? E essa roupa no seu guarda-roupa, há quanto tempo não veste ela? Isso é deixar de ser nós mesmos, mas o mais legal é que sempre que quisermos ser as pessoas que fomos um dia atrás, não precisamos mudar nossas ações, porque na maioria das vezes elas mudaram para melhor, só precisamos recriar aquele momento e colocar na nossa cabeça que não existe nada tão importante quanto está ali, aqui ou em qualquer canto. Somos quem somos e se você cansou de ser assim, ok. Se reinvente, isso é completamente normal como a queda dos dentes de leite ou primeiro namorado.
      Só não deixe o medo te impedir de ser quem você é, quem você quer ser e o que você pode se tornar, isso é para quem não confia em si mesmo, e se você é desse tipo, crie um novo personagem e deposite confiança nele, ele não vai te desapontar.
      E se você errar em qualquer personagem que você decidiu ser hoje não é o fim do mundo, apenas recomece e aproveite para ser quem você quiser ser hoje, nada de máscaras, longe disso, não se fantasie, mas procure uma personalidade que combine com a pessoa que é querida pelas outras.
    Às vezes acho que não sou muito clara, porém vou dar um breve resumo, seja várias pessoas, mas não seja falsa, atue como quiser, mas sem ser para teatro, sorria sempre, mesmo sem ter motivo, recomece toda vez que não der certo, chore se sentir vontade, se arrume se estiver inspirada, escreve se estiver triste, dance sozinha e ria para o espelho se achar que hoje você é sua melhor companhia, faça o que te der na teia, mas não fuja de qualquer consequência, seja adulta, mas sorria como criança e no fim de tudo, se não gostar, recomece fazendo tudo ao contrário. Porque tem horas que cansamos de ser nós mesmo e isso é completamente normal como sorvete de baunilha em um dia quente e um casaco em dia frio. Tudo isso faz parte de quem somos ou quem queremos ser.

Nenhum comentário:

Postar um comentário