Eu estava escondida.

   
Fonte:We Heart It   

      Após parar várias vezes com o meu canal no YouTube eu percebi o problema. Eu esta escondida, escondida no meu medo de falar, escondida com medo da rejeição, escondida de mim, porque mesmo não falando para uma câmera, essa era eu, ainda sou. Fico pensando em quantas vezes nos escondemos e o quanto isso nos prejudica, veja bem, se você se esconde da pessoa que você gosta, ela nunca saberá desse sentimento, então nunca haverá reciprocidade.
      Se você se esconde com medo de falar em público, você nunca fará um discurso inspirador que mude o mundo, admito que é uma das minhas metas de vida. Se você se esconde de dizer uma verdade, que você sabe qual é, você nunca poderá cobrar que os outros te digam a verdade, se você se esconde, você deixa o mundo passar e se contenta apenas com o que chega a sua porta.
      O que é revoltante, porque o mundo é enorme e existe bilhões de pessoas, milhões de novos pratos para você experimentar, milhões de playlists para ouvir sem parar, milhões de amores, para você achar o seu. existe milhões de razões para que saia atrás de todas essas coisas, mas você tem que entender, que o chega a nossa porta, não é algo completo e extraordinário, é apenas uma amostra, uma coisa pequena, grátis e simples. Como uma amostra de perfume, vai te iludir com um cheiro maravilhoso, mas quando menos se der conta acabou, e se quiser a completa, vá até uma loja e compre uma maior. É assim que as coisas funcionam, não só com perfumes.
       Se você se esconde, acaba aceitando amostras para o resto da sua vida e pior, acaba se contentando com elas, como se achasse o suficiente para você viver, como se aquilo bastasse para te fazer feliz. Nem de longe estou falando de condições financeiras, embora muitos sempre se contentam com algo que não gosta, ao invés de se esforçar mais um pouco e ir atrás daquilo que realmente te faz feliz. Eu quase fiz isso, quase, mas não fiz. Estou falando de aceitar migalhas de tudo, de se esconder para algo maior, de viver uma vida espiritualmente miserável. Lamentável.
        Não só isso, não só se fechar para um emprego melhor, uma vida de mais experiências, mas, se fechar para o amor, aí, a vida realmente está triste, quando você se esconde e diz não precisar dele, não está sendo apenas egoísta, como está fadado a viver na solidão. Eu até te entendo,amor é uma coisa muito complicada, até acho que deveria ter aulas na escola de como lhe dar, mas amor é assim, vem diferente para cada pessoa e cada um que se vire, acho que você até já foi machucada e já nem acredita nesse tipo de coisa, mas se você aceita ficar machucada na sua miserável solidão, nada se ajeita, se prender a dor para não se machucar de novo, te deixa com uma dor constante, e te fecha a possibilidade da dor ser menor na próxima experiência ou até de nem doer, de pela primeira vez da certo de verdade.
        Você não precisa se esconder dessas coisas simples com medo de se machucar, se machucar está no meio de um caminho sem desvio ou atalho, resta a você passar por cima e se recuperar, se esconder das coisas simples da vida te deixa frágil para as complicadas e ser fraco para resolver esse tipo de coisa, te afasta das pessoas e então, você tem que conviver com uma amarga solidão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário