Minha coleção de ''nãos''

 

     Eu tenho uma coleção de "nãos", no primeiro eu chorei rios, no segundo também e talvez no terceiro, do quarto em diante eu tentei me convencer: "Não era para ser", mas depois do 10°, eu já estava desmotivada e o "não era para ser" acabou não sendo nunca. Alguns deles foram mais que merecidos e outros eu nem sequer perguntei, acho que, às vezes, as coisas são assim, simples assim, você não precisa questionar, basta a vida duvidar que você quer aquilo e já te desce das nuvens, acho que é nessas situações que "não era para ser" e você vai se acostumando.
    Acho também que já escrevi muita coisa bonita, sem querer me gabar, e todas elas foram rejeitadas, mesmo que agora não valha a pena citar nomes, acho que tenho muitas coisas interessantes para falar, porque veja bem, eu tenho um milhão de músicas na minha cabeça, mas de dois mil livros, mais de mil filmes... já ouvi tantas histórias, alguns me fizeram chorar por horas ou até dias, outras, eu só fixei na minha vida como fixa um post-it na parede, não me causou dano algum, mas estava lá todos os dias para me lembrar o quão única tinha sido.
     Já deixei tantos "não" me colocarem no chão que em algumas vezes nem queria levantar novamente, já dei meus "nãos" me tirarem o folego e deixarem meus olhos ardendo e já engoli todos eles, já desenhei eles e risquei, já pintei e rasguei, já os coloquei para fora em forma de muitas palavras e muitos não compreenderam. Acho que esse é outro problema, nem sempre as pessoas entendem o que você está sentindo, isso não quer dizer que você seja tão estranho ou mais estranho do que achar ser, só significa que seus pensamentos são especiais demais para serem compreendidos tão facilmente.
     Também já dei vários nãos, alguns eu nem pensei direito, outros me fizeram passar maior vergonha, coisas que eu gostaria de não lembrar, é muito constrangedor. Você dar um não recebe um não, dois, três e todos eles vão sendo colecionados. É engraçado pensar em como essa pequena palavra muda rumo de tantas vidas, em um casamento, um "não" significa que, nunca houve amor ali, ou então o que deu foi fraco demais, até crime de chamar de amor, porque quando é amor, daquele dos fortes, daquele dos livros... Não, é só mais uma palavra, mas jamais dita se você olha para "a pessoa". No emprego, um "não" quebra suas expectativas, na escola, em qualquer lugar. Mas, quando analisado bem, você tem que concordar que: Melhor manter nossa coleção de "nãos", do que ter "sims" totalmente desenfreados, impensáveis, não nos pertence.

Nenhum comentário:

Postar um comentário