Os Carecas.

   
     Você já ouviu falar dos carecas? Sem ser aqueles caras com pouco cabelo na cabeça, o grupo dos carecas que existe no Brasil? Não? Pois, me deixe te apresentar. O grupo dos carecas, são um grupo de homofóbicos "valentões" que anda pelas ruas espancando e matando pessoas "homossexuais", isso mesmo, esse post de hoje, não é para falar sobre a orientação sexual de cada indivíduo, mas é um aviso, uma carta amiga, um conselho "camarada" para Os Carecas.
       Eu ouvi eles dizendo coisas terríveis e como o seus filhos receberiam tratamentos horríveis e desumanos caso se assumissem gays, acontece, Carecas, que agora, vamos tirar os panos de tudo, vamos se sentar, se acalmar e ter uma conversa honesta. Há alguns anos atrás, você era uma criança, uma adorável criança, você com toda a certeza enlouquecia seus pais, seus tios, seu avós, você amava brincar, você tinha muita curiosidade sobre tudo, você perguntava demais, isso era muito irritante e você sabe bem. Você era você, do jeito que veio ao mundo.
       Você brincava com as crianças da rua, da outra rua e da outra rua, não importava se elas eram negras, brancas ou coloridas (mesmo que isso não seja geneticamente possível), você não as via como as vê hoje, naquele momento, eram só crianças brincando na rua. Um dia seu pai xingou alguém, a primeira palavra dele, foi "viado", você ouviu e concluiu: "isso é ruim, isso é péssimo", anos mais tarde você provocava seus amiguinhos com essa palavra, porque ela era de xingamento.
       E algumas vezes você pegou sua família falando sobre "viado", "sapatão", "coisa do demônio", você logo foi construindo uma imagem na sua cabeça que dizia que tudo isso devia ser combatido ferozmente, que você não devia ser assim, que aquilo deveria ser erradicado.
       Aos 16, provavelmente você já tinha uma vida pessoal, você arranhou namorada cedo, não só para exibir para os amigos, mas porque não queria que alguém duvidasse de sua orientação sexual, aos 24 ou 30, você casou e aquelas ideias continuaram dentro de você, ideias da sua família, ideias de outras pessoas, palavras inocentes, para você, foi transformadas em horrendos palavrões.
      Logo depois, vem seu filho e então você é duro com ele, compra um carrinho, uma bola de futebol e diz: Seja homem! E lá vamos nós, você ensina todas as coisas que um "homem deve saber", primeiro: Ensine a ele que na relação, que manda sempre é o cara, certo? Encha ele de agressividade, ele pode usar isso caso receba um não da namorada. E não se esqueça do mais importante, a trate como um animal. E se alguém te perguntar: " E se um dia seu filho te disser que é gay?" Eu sei sua resposta, você vai simplesmente dizer: "Nunca, isso vem da criação e eu dei educação a ele". ERRADO, você não deu educação a ele, você o sufocou, não deixou ele ser quem ele queria ser, você o rejeitou, jogou fora e tudo por que? Por causa da ideia de outras pessoas, pessoas que não eram você, pessoas que não conheciam o que estavam falando, só passaram adiante.
      Você ensinou seu filho a ser marginal, a ser machista, a ser homofóbico, a ser agressivo, a ser autoritário, mas você sufocou o principal: Liberdade. Confiança. Você pode dizer por aí que criou um filho para não ser gay, pode até bater no peito de tanto orgulho, mas você também ensinou seu filho a ser infeliz. Então parabéns pais, vocês realmente fizeram um ótimo trabalho, mas o que têm que pensar, Carecas, é que vocês não são os seus pais e seus filhos não são vocês, e as pessoas devem ter a liberdade para amar umas as outras sem medo ou repressão, deixem que elas façam isso, deixe que seus filhos façam isso e verão o quanto será gratificante vê-los felizes.
       Quanto a agressão de vocês, quanto aquela frase do "estamos aqui para matar ou morrer", eu não vou comentar muito, prefiro deixar para outra hora, mas tenho que deixar um questionário, pessoas homossexuais pagam seus impostos também, são roubadas pelo governo também, sentem frio, sede e fome como você, são humanos, cidadãos, ao contrário do que vocês falam, se isso é errado, digo, se é errado defender eles e apoiar que vocês têm razão, se vocês são tão certos, por que posso defende-los na cara limpa e vocês cobrem os rostos?

Nenhum comentário:

Postar um comentário