Quero ser escritora: Um conselho para as tímidas.


     Continuando nossa série do Quero ser escritora, um dos problemas, talvez o maior que enfrentei,enquanto escrevia online foi a minha timidez absurda e sei que muitas sofrem por isso. Apaguei minha história umas 4 vez antes de decidir deixar o primeiro capítulo e quase morro quando recebi o primeiro: continua. Mas, aqui estamos nós.
       Para você que quer começar uma história, esse post é para você. Se você procura escrever, se tem interesse, o primeiro passo é não se pressionar, você não deve escrever para ter mil e mil seguidores, deve escrever porque você ama, porque você acha que aquilo te alivia e te faz bem. Você deve escrever por você e ponto.
       Se for tímida, tudo bem, você ainda pode escrever, deixe as pessoas sentirem o que tem dentro de você, elas não precisam ver seu rosto para sentir o que você sente, dê sentimentos a elas, não aparências, o mundo está cheio de superficialidade. Seja diferente. Arrisque-se.
       Não gostou do que escreveu? apaga e faz de novo e deixa lá, uma hora vai dar certo, sempre haverá um número absurdo de pessoas precisando da sua palavra, do seu pensamento, pode ser até um grupo pequeno, mas faz diferença, escrever não é só encantar, é ter a responsabilidade de que você compreende as pessoas, não as julgam e não as abandona. Escrever é pegar o leitor no colo e cuidar dele, o rosto desconhecido não tira o conforto de um abraço.
    Então, escritoras, escrevam, escrevam o que tem aí dentro de vocês, o que dói e o que já não dói tanto assim, escreva suas angústias, escrevam suas alegrias, contagie as pessoas ao seu redor, as inspire e você verá que todo o resto virá depois, os leitores, os amigos principalmente, obrigada a todas a minhas amigas maravilhosas que achei lá, tanto escritoras quanto leitoras, Thay, Luísa, Clara e mais uma porção de meninas muito especiais que me deram todo suporte durante todas as minhas histórias.
      E antes que você fique com dúvida, minha timidez não acabou e talvez não seja o fim da sua ou pode ser que seja, mas você tem que ir em frente, você tem que deixar seus medos de lado e arriscar, arrisque, arrisque de novo e todo o resto... Você verá que foi a melhor coisa que já lhe aconteceu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário