Você nem me conhecia

   
Eu conhecia sua voz, tinha reparado no seu cabelo, da forma como ela ficava bagunçado sem tanto gel, decorei a cor dos seus olhos, sabia o nome da sua banda favorita e coincidência: Eu conhecia todas as músicas e você nem me conhecia. Eu via você postar frases em seu facebook para aquela menina, balançava a cabeça e ignorava, você nem me conhecia. Ela só te machucava, te fazia de bobo e não merecia seu coração. Você entregava flores na casa dela, ela ria contando para as amigas, falava que a amava, e ela nem queria te conhecer, fingia que você não existia.
       Eu amava o jeito que você arrumava o cabelo, ela dizia não gostar, isso fez você raspar, eu gostava do tipo de música que você ouvia, que você curtia, ela não, e então você parou de escutar. Eu amava suas fotos naturais, sem ser ninguém mais além de você, mas ela não, achava brega e você começou a mostrar os músculos como qualquer outro garoto que jamais chamaria minha atenção. Eu gostava do fato de você ler, ela não, dizia que isso nem era coisa de homem do tipo dela, e então você vendeu os livros, vi no sebo da cidade no dia que estava lá procurando um.
         Ela não gosta que você seja fã do country, diz que é velho, e então você parou de ouvir, eu gostava, também gostava do fato de não ser a única a amar cds, fitas e discos ao invés de por tudo pelo celular, mas ela dizia que isso que isso era ultrapassado, e então você se livrou de tudo. Eu adorava quando você usava preto, ela odiava, e então você começou a usar verde, que não ficava tão bem quanto o preto que enaltecia seus olhos castanhos.
        Eu gostava de como você podia ser amigo das meninas sem ter segundas intenções, ela não, por isso você se afastou de todas, eu gostava do seu cavalheirismos, de como você abria as portas para outras pessoas passarem, ela não, porque não queria caras bonzinhos, e então você parou de fazer isso. Eu gostava como você tinha uma religião, Hobbes, amigos, ela não, por isso te mudou inteiro. Você não ver? Isso não é amor. Amor é aceitar até aquilo que você não gosta e com o tempo perceber que é exatamente aquilo que diferencia aquela pessoa das outras e é o que faz você amá-la.
         Eu amava você, assim como era, todo completo, todo detalhado, mas quando ela te transformou, o meu garoto se perdeu e eu fui embora, fui escrever para outros meninos, para mim mesma, já não havia nada a ser feito, então segui em frente, e ela também. Na primeira oportunidade te deixou num piscar de olhos e você nunca mais foi o mesmo. Uma pena que você nem me conhecia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário