Você e sua amizade eclipse.

FONTE: Weheartit


       Você me conhece só porque agora precisa de mim e você me conhece porque sabe que posso te ajudar, você não me conhece faz 5 anos, você não conhece mais minha personalidade, porque desde quando realmente me conhecia sabia que ela mudava todos os dias. Você não gostava do meu cabelo quando estava ondulado e mandava eu arrumar, como se fosse minha mãe, você achava estranho eu não ser sempre tão ''menininha'' e falar sobre coisas que meninas falam.
       Você me conhecia na parte em que eu era muito aventureira, que eu me desenhava sentada em um banco admirando a Torre Eiffel, você até achava legal, mas não tinha nenhuma vontade de ir lá. Você tinha meu número, você podia ter me chamado qualquer hora para falar de ETs, coisas engraçadas ou fotos aleatórias, você poderia me indicar músicas ou só ter perguntado como estava o tempo, porque é isso que as pessoas fazem quando se importam umas com as outras, abrem diálogos profundos a partir de uma conversa paralela, não porque tem tempo livre, mas porque não quer perder aquele laço.
        Não fez diferença para você, você nunca me telefonou, você nunca me mandou mensagem, você nunca mais veio a minha casa e nunca mais me chamou para ir até a sua e esse foi o motivo pelo qual sumi também. Quando a gente conversava eu imaginava você fazendo parte da minha vida para sempre, mas você não queria, você tinha suas amigas, elas eram lindas, sempre com um cabelo maravilhoso e maquiagem impecável, vocês nunca saiam sem a certeza que iriam chamar atenção, eu nunca fui boa para isso, era totalmente invisível, até para os seus amigos que te encontravam na rua e nunca falavam comigo, acho que você também não queria que eles falassem.
       Suas amigas não iam me entender, assim como você não entendia, mas... a parte que você errou foi que você não precisava ser como eu para me entender, eu sempre me adequava as pessoas e elas faziam o mesmo, você não estava disposta e eu entendo, pesado demais viver com uma criatura de outro planeta, mas não foi pesado paras os meus outros amigos que são os mesmos que há 10 anos atrás, são aqueles que eu te apresentei, são aqueles que você achou estranho também e então você sumiu. Como queria que eu não sumisse também?
      Mas eu curti suas fotos, eu elogiei, eu disse as pessoas que não gostavam de você, que elas estavam equivocadas, que você era legal e engraçada e uma das melhores pessoas que tive ao meu lado, porque eu nunca fiquei com raiva por você ter partido da minha vida, por você ter achado amigas melhores, eu nunca fiquei com raiva e por não ficar com raiva, nunca te julguei e por nunca te julgar e por sempre te defender, achei que faria o mesmo e por achar que conhecia você tão bem que nossa amizade nunca mudaria, achei que no primeiro encontro seria abraço e fofocas de adolescente, mas não foi.
       Acho que só posso esperar mudanças significativas da minha parte e não da sua, não me entenda mal, nem todos amadurecem no mesmo tempo, porém fingir não me conhecer 5 vezes no mesmo dia foi cruel demais. Você só não me conhecia por dentro, como que agora também não me conhecia por fora, quer dizer, conhecia sim, mas não era significante o suficiente para você falar certo?
       Eu falei sobre isso com os meus amigos de 10 anos e eles disseram que nunca gostaram de você, disseram coisas horríveis dessa vez, mas eu não te xinguei com eles, juro, mas não te defendi, porque não valia mais o tempo, a saliva e a força. Você me conhecia, mas não precisava de mim e talvez por não precisar de mim que você tenha apagado meu número, não tenha mais comentado nas minhas fotos, não tenha só rido por vários emojis. Mesmo meu número sendo o mesmo desde o começo.   
        Você não me conhecia, mas agora precisava de mim e correu para pegar meu número de telefone novamente, começou a comentar minhas fotos novamente, suas amigas fugiram e você foi a que restou, você elogia meu cabelo, mesmo que odiasse ele na época, você acha estilosa minhas roupas agora, mesmo quando achava estranha e nada ''menina'', você quer perguntar como está o tempo agora, mesmo que uma das suas amigas more no mesmo lugar que eu more e possa te dizer que ele não mudou muito, mas você não que que ela diga, porque você não precisa dela, você precisa trazer sua amizade eclipse para mim e então quando eu cair nessa, você dá luz por um tempo e alguém pode te oferecer algo melhor que eu não posso e você foge de novo, me deixando no escuro.
        Você me ignorou cinco vezes no mesmo dia, você me criticou mais que tudo, você foi minha amiga, mas quando realmente precisava, você colocou na balança um garoto e minha inteligência e tentou me fazer ver que eu estava escolhendo errado, você fez eu olhar no espelho e odiar meu cabelo, odiar meus tênis e odiar não ser você e incrivelmente me recuperei com o tempo, entendendo que sua beleza não significava a ausência da minha, que meu cabelo tinha sua ousadia nas ondas rebeldes que não tinha no seu impecável cabelo, que minha inteligência valia tanto mais que qualquer garoto que você pesasse, que suas amigas são tão superficiais que nem acredito que cheguei a querer conhecê-las.
        Que você é tão rasa que nem acredito que mostrei desenhos dos meus sonhos, você nunca me entendeu e por isso tentou me transformar naquilo que fosse mais conveniente para seu entendimento, você tentou me colocar em um salto, queimar meu cabelo o máximo possível, me fazer fingir que não sabia nada sobre física ou matemática, por ser "coisa de menino", pintar minha unha de vermelho, mesmo que eu detestasse, tudo para que eu pudesse andar atrás de você e aparecer em uma marcação sua, na verdade, eu vejo hoje que eu nunca quis isso, nunca foi minha escolha e me sinto tão feliz de não ter mudado, de só ter aumentado meu conhecimento sobre ciência e ter conhecido uma nova marca de tênis, de ter mantido minhas unhas em tom azul.
         Você me conhece agora, você me aceita, mas só porque precisa de mim e sinto muito, não estou disposta a entrar nesse clube novamente, não me entenda mal, eu até poderia fazer alguma coisa por você, mas não vou, não por egoísmo, mas por preservação da minha saúde mental, por deixar essa briga feminina e todo seu exército de lado. Eu continuo com os mesmos amigos e a lista não está aberta por enquanto para pessoas assim, quem quiser falar de viagem, amor, amizade e loucura, sempre haverá espaço, mas para amizade de precisão... não será mais minhas profissão.
        De tanto ter amizades eclipses que vinham quando era conveniente me iluminar e ir embora me deixando com a ideia que eu tinha me bronzeado quando não deu nem para aquecer, virei meu próprio sol e minha própria lua e continuo todos os dias me aquecendo como quero e quando quero, se tá frio demais me ilumino e deixo as pessoas que confio ajudar nisso, se já esquentou o suficiente eu só relaxo de consciência limpa de que jamais precisarei das suas migalhas novamente, você e sua amizade eclipse estão convidadas para ir iluminar outras freguesias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário