Se eu não fosse quem eu sou

 

 Se eu pudesse voar, eu te levaria para um lugar bonito, um lugar que fizesse você esquecer que um
dia já me machucou, que você pudesse esquecer dela, que você pudesse me ver, que você lembrasse de mim e quisesse saber o que estava acontecendo na minha vida ultimamente, que livros eu tinha lido e qual era meu filme preferido no momento, você ainda se lembra que sempre mudo de filme preferido?
     Se eu pudesse voltar no tempo, eu teria tirado sua dor com a mão, colocaria em um lugar distante e vocês nunca teriam se conhecido, ela nunca teria te estragado tanto, se eu apenas pudesse fazer isso, sei que seria o ser humano maravilhoso que deveria, sei que não é sua culpa me machucar assim, por isso aceito agora de bom grado cada hematoma emocional que você me causa, embora eu saiba que eles irão me destruir de dentro para fora, assim como fez com você, mas eu amo você e me sacrifico de bom grado.
      Se eu pudesse prever o futuro, eu me atiraria na frente do carro, eu seguraria você naquelas escadas, eu faria uma massagem cardíaca, eu diria que tudo iria ficar bem, eu evitaria que você partisse de tantas maneiras que seria impossível você me deixar por uma delas, embora ficar ainda me doa todos os ossos, assim como te deixar partir me dói mais do que isso, e não é uma dor boa, não é eufemismo, dói como levar uma surra e ser atirado de uma ponte em um lago seco e apanhar de novo lá embaixo até não conseguir abrir os olhos.
      Se eu pudesse ser o sol, eu esquentaria todas as vezes que você passou frio e sua mãe não tinha um cobertor ou um casaco para você e seus irmãos, eu sei que dói os ossos, sei que seca a boca e eu sinto tanto sua dor, eu queria ser o sol, mas eu não posso e eu sei que você se sacrificou naquele dia por seus irmãos, eu sei que faria por mim, mas eu não posso ser o sol e se eu pudesse tirar coisas da sua memória eu tiraria seus dias de frio, mas eu não posso.
     Se eu pudesse ser um pai, se eu pudesse ser seu pai, eu seria e então você não teria que crescer numa terra sem lei, você não teria fumado tanto tempo, você não teria bebido mais do que devia, você não teria ido morar com aquele amor que te destruiu, você não teria brigado com seu filho e o afastado para longe, você não tentaria esquecer que simplesmente foi abandonado, mas eu não posso ser seu pai, eu não posso impedir que fume antes dos 18 ou que beba antes dos 13, não posso impedir que se case aos 20 e aos 60 não saiba onde seu filho anda.
     Se eu pudesse ser seu irmão mais velho, eu não deixaria que fizesse tanto por mim e esquecesse que você também merece ser feliz, porque você merecia, eu o ajudaria todos os dias e você não teria que voltar para casa tão tarde, eu te colocaria para ir para à escola todos os dias e me certificaria que você saberia ler e escrever e o que fazer com o seu futuro, eu me certificaria que você já não estava quebrado, eu me certificaria que o álcool estava longe o suficiente para não ser o fim, eu também poderia me sacrificar um pouco, eu poderia me importar mais.
     Se eu pudesse ser sua mãe eu faria tudo o que seu irmão poderia ter feito e um pouco mais, eu não deixaria que você sofresse por não ter um pai, eu seria o suficientemente forte para que não desse conta da ausência dele, eu não deixaria você andar na rua quente com os pés sem proteção, eu não deixaria você ser amigo de quem quer seu mal, eu não deixaria você sair tarde da noite de casa, eu me certificaria que tinha dito que você é amado, que você vale a pena, que você é importante, que eu te amo e por favor não saia de casa. Por favor, não deixe que as pessoas te chamem de moleque de rua e depois te humilhem tanto a ponto de você achar que precisa sempre esquecer.
      Se eu fosse seu irmão mais novo, eu jamais desapareceria, eu apareceria mil vezes ou mais se fosse preciso, eu te idolatraria, eu te faria sentir orgulho de ser meu modelo de vida, eu te faria contar histórias inventadas para mim, eu me certificaria que sua imaginação jamais iria embora, eu me certificaria que você jamais deixaria de ser criança também, eu me certificaria se você estava realmente feliz, eu me certificaria de perguntar ao invés de deixa-lo cuidar de tudo sozinho, mas eu não posso.
      Se eu fosse sua primeira esposa, namorada, eu me certificaria que você tinha um plano que te faria feliz e te ajudaria nisso até onde eu pudesse fazer, eu não te trocaria por nada desse mundo, eu jamais fortificaria essa sensação que você ganhou há tantos anos por pessoas tão cruéis de que você não tem valor, eu te diria todos os dias que eu sabia seu valor e eu o apreciava muito, eu teria certeza que você jamais duvidaria disso, eu jamais levaria ninguém que te fizesse o mal até você, eu jamais iria querer tirar sua vida de forma tão cruel, eu jamais iria querer te transformar em algo que você não estava programado para ser, eu jamais teria contribuído para essa receita de desastre.
      Se eu fosse o cara do bar onde você experimentou o álcool pela primeira vez, eu não teria te dado nenhuma gota, eu não teria te dado um copo, eu teria te dado um salgadinho, porque você era uma criança e eu também te daria um conselho, eu me sentaria com você um minuto e te daria atenção que você não tinha, eu te pagaria um refrigerante caso precisasse adoçar a boca, eu te daria tchau quando você hora de bons meninos estarem na cama e diria algo do tipo "continue na escola, por favor", se eu fosse o cara do bar, eu jamais daria algo a você que te destruiria, se eu fosse ele, eu jamais te deixaria acabar com tudo assim, porque se fizesse isso, me sentiria dando uma arma a você, mas como ele ia saber? Como você ia saber? Como a gente ia saber que você precisava disso para esquecer?
      Se eu fosse o sol, sua esposa, seu irmão, o cara do bar, seu futuro, seu passado... eu mudaria alguma coisa, eu tiraria parte da dor e melhoria sua vida, mas eu não posso, porque você é quem é por essas razões e não há nada que eu posso fazer, porque você passou parte dos seus desastres para mim e agora também me sinto um pouco como você, destroçada e pensando onde tudo isso começou e onde eu poderia ter melhorado, eu não te culpo por minhas dores, não te culpo pelas suas.
Em certo ponto, todo mundo falhou com você
Me desculpe por isso.
Eu ainda te amo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário