Zona de perigo.

WE HEART IT

Não se aproxime, perigoso demais.
Nessa área que você pisou, muitos já tentaram.
"OI", esse primeiro passo te põe em risco
Ela não sabe nada sobre isso
Não continue 
Ela responde, ela é gentil
Por favor, não continue
Você pergunta sobre a vida 
Ela responde
Mas não continue 
Outro dia, outro mês 
Ele pergunta
Ela responde 
Não continue 
coração bate, mãos soam.
Mas isso já é tudo
Não continue 
1 dia... nada
2 dias... nada
3 dias... "Estive ocupado"
Oi rápido, tudo bem sem interesses
um resumo da vida sem propósitos
1 dia... nada
2 dias... nada
3 dias... Deveria ter algo?
Acho que ela não se importa
Mas olha o telefone só para ver 
Nada 
4 dias... nada
Olhe para o horizonte novamente honey 
o portão que você abriu aos poucos e está 
ABERTO DEMAIS agora precisa ser fechado
novamente, como foi outras 5 vezes.
Já range quando se move
som familiar 
ela deveria saber 
Fecha com força, estronda
não o portão
sua cabeça
definha, não as plantas
pois essas já morreram no quarto dia 
suas lágrimas
morrem 
não suas esperanças 
pois essas ainda encontram as janelas todas as noites
em busca do novo que tinha se tornado velho 
Floresce, não sua alma
esta se encontra desapontada
Eu te disse que a área era perigosa 
Eu te disse para que não continuasse
No fim, você sabe que há culpa de sua parte
Ele nunca deveria ter batido no seu portão
se não tinha intenção de ficar
da próxima vez entenda que quem quer ficar
não chega dizendo oi e pedindo licença por um momento
quem quer ficar abre a porta sem ser convidado
te desafia 
não chega aos poucos 
fala sobre sua vida e não sobre seu dia
quem quer ficar não experimenta bater em outras portas 
quem quer ficar não sai falando com toda a vizinhança 
a fim de te comparar 
porque para quem quer ficar
você não tem comparações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário