eu estou (realmente) pronta para o adeus?

 
we heart it

    Certo, me deixe falar tudo de uma vez antes que você passe a mão pelos meus cabelos e eu já não lembre mais o que eu queria falar e você ria das minhas mãos tremendo. Eu gostei de você, há mais de um ano atrás, quando você não podia ser o cara que caminharia ao meu lado e eu segui a vida. Eu gostei de você há três meses atrás quando o destino rio da nossa cara e fez a gente tropeçar um no outro, você agora sem ninguém e eu mais forte do que nunca.
    Mas, eu fui a pessoa certa para você no momento errado, enquanto você foi para mim a pessoa errada no momento certo. Eu adoraria poder mostrar aos meus amigos o quão inteligente você é, o quanto você fica fofo quando finge birra e dá a língua para mim e depois se derrete em sorriso, mas você simplesmente não pode ser essa pessoa o tempo todo e isso não é bom para mim.
      Onde não há roupa que me agrada, eu não entro mais e procuro outra loja, onde vai gente que o santo não bate, eu prefiro não ir, mesmo que às vezes isso faça de mim alguém fútil, onde não esquentam café para me servir, sei que não sou bem-vinda e minha presença não é esperada. Onde eu não puder ser eu mesma e me sentir a pessoa mais importante do mundo, não há porque insistir, onde eu não puder ter como resposta um livro para o livro que mandei mais cedo por mensagem, não há para que insistir em parágrafos vazios.
      Onde eu não puder transbordar, eu me cato e vou me derramar em outro lugar. Eu odeio a forma como você me faz se sentir na quarta e na próxima semana somos dois estranhos que ao menos sabe do dia do outro, eu odeio não fazer falta no seu dia, odeio o fato de parecer insignificante porque as suas atitudes não condizem com suas ações. Odeio o fato de que pra você é tão difícil me segurar quando sou eu que estou insistindo tanto para ficar.
      Então eu entendi que o problema não era eu ter doado demais, era você ta doando tão pouco e insistir em você seria como desistir de mim e da mulher forte que me tornei passando por situações horríveis sozinha, insistir em você seria me deixar mesmo sabendo que mereço meu respeito, seria abandonar minha racionalidade e pedir novamente para ser machucada só para me certificar que eu realmente me tornei alguém forte. Seria colocar alguém acima de mim, quando eu aprendi com os anos que isso jamais deve acontecer, não é egoísmo, é amor próprio.
      Eu tenho que te deixar ir e entender que meu momento certo não é o momento certo de alguém e tudo bem. Relacionamentos são feitos do alinhamento perfeito entre a pessoa certa, a disponibilidade dela e o momento da vida que os dois passam, eu odeio o universo por não ter colocado a gente na mesma sintonia e me fazer chorar de uma forma tão penosa, até para mim mesma. Mas, entendi que maturidade é isso, é deixar alguém que eu gosto muito ir embora, porque insistir que ela fique seria muito desrespeito a mim mesma.
      Eu espero que um dia você encontre uma garota que faça sentido, que faça valer a pena ligações aleatórias, fotos engraçadas, declarações bestas e pelo menos uma resposta mais elaborada. Então, vai ser a garota certa no tempo certo e na disponibilidade perfeita, até lá, você me deu ótimos calafrios, umas 47 borboletas no estômago, as mãos tremendo como depois de uma volta em uma montanha russa de vinte metros e talvez alguns textos, afinal, é para isso que serve os escritores, mas você não poderá me dar mais nada além disso, e tudo bem por isso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário