Um começo de uma história?

 
  Na nossa língua há aproximadamente mais de um milhão de palavras, também sei que há quase infinitos grãos de areais, assim como pode haver um número infinito de universos e estrelas ainda não conhecidos. Há bilhões de pessoas no mundo e há milhares de lendas que circulam esse planeta e tenta nos trazer algum esperança de que realmente sabemos o que estamos fazendo, mas não sabemos. Eu sempre fui obcecada por esses números, eu sempre quis ser esses números, grandes o suficiente para não poderem ser contados como também não ser esquecidos.
     Além de tudo, estimas-se que o Pi é aproximadamente  3,14159 e mais alguma coisa e ainda assim ele é menor do que 4. As vírgulas nunca foram minhas amigas, eu vivia colocando pausa onde já era ponto final e vivia forçando a continuidade do que não queria ser contínuo. Eu sempre tentei fazer do português um calculo de matemática e me frustrava quando o "ele" não queria virar "nós'' por puro sarcasmo da vida.
      Aparentemente parece tudo muito óbvio e calculável, eu poderia fazer esses cálculos pro resto da minha vida e ainda assim saberia que mesmo estando errada, havia respostas óbvias para os meus problemas, eu só precisava me acalmar e tentar novamente. Racionalidade sempre foi meu forte até você aparecer.
     E agora, eu posso dizer, a quantidade dos universos e estrelas desconhecidas nunca fizeram sentido perto de você, o pi até perde mais o valor, porque você me faz esquecer os números que eu deveria colocar depois da vírgula. Você me fez querer viajar para lugares que eu nunca pensei que tivesse vontade de conhecer, você me fez se sentir certa em um mundo que de repente estava errado e não era eu que não cabia, era ele que não cabia em mim. Você me deu estrelas na cabeça, vácuos nos pés e me fez sentir gravitando, mesmo quando eu estava no chão.
      Eu queria ter todas essas ideias antes de você ter partido, ainda assim, foi bom e acho que sempre será enquanto você for você.
Alguma vez eu fui suficiente pra você o tanto que a matemática tem sido pra mim?

Nenhum comentário:

Postar um comentário