Você é uma incógnita

      


       Por que eu escolhi ficar triste pelo fato dele simplesmente não me querer por perto? Por que eu tenho que ter essa constante necessidade de ser escolhida, quando eu mesma deveria me escolher todos os dias? Por que eu tenho sempre que ir embora, quando tudo o que eu mais quero é ficar e ver no que tudo isso vai dar? Por que eu não posso ser escolhida ao menos uma vez por alguém que não seja eu no fim do dia me confortando por não ter espaço?

        Por que eu tenho que ficar olhando pelas brechas do muro que alguém construiu na minha frente? É para ver essa pessoa ainda volta para mim? É para arrumar desculpas para ela balançar minha vida de novo só para satisfazer o ego dela? Por que eu simplesmente não consigo aceitar as portas fechadas, as janelas lacras e os pontos finais? Eu e minha mania de amar vírgulas e achar que ainda não foi uma despedida, o que eu faço com sua mala? e aquele adeus que você nunca me deu? O que eu faço com as memórias? o que eu faço com esse sentimento todo? 

         Eu tenho que aprender com você, eu tenho que aprender o português correto, colocar ponto onde pede ponto, interrogações onde pede interrogações e vírgulas só valem para mim, porque eu sou minha única companhia e continuo sendo a melhor pessoa para ao meu lado dia após dia. Agora que você me teve e agora que não quer mais, ainda é divertido ficar por perto? Agora que eu não sou mais a favorita, ainda é divertido apostar cartas em mim? Agora que eu sou necessitada, ainda é legal sumir? 

        Eu tenho que aprender com você, eu tenho que aprender a ser assim mais leve, a deixar para lá o que não me interessa mais, mesmo que eu não sabia que você fazia isso com pessoas, eu tenho que virar a cara mais vezes e dificultar mais a entrada de novas pessoas no meu coração, porque quando entra, eu me queimo, quando me apaixono, eu sofro, quando me magoa, eu escrevo e quando escrevo eu percebo que não estou perto de estar bem.

       Por que abri para você? O que você tinha para me ensinar que eu ainda não tivesse aprendido de outros corações partidos? o que você tem que eu que me culpo por você não querer ficar? o que você tem mais para dizer que vá me magoar? Por que é tão difícil te deixar ir?

Um comentário:

  1. Encontrei o blog pesquisando a playlist do Charlie de "as vantagens de ser invisível" alias obrigado por postar, a amargura de um coração partido entristece qualquer um, mas também fortifica ate os mais fracos...

    ResponderExcluir