Lições valiosas de Anne with an e.


   Anne With an E, série original da Netflix, foi inspirada no livro de 1908 Anne de Green Gables, escrito por Lucy Maud Montgomery e estreou em março de 2017, com a terceira temporada já confirmada, a série conta com duas temporadas disponíveis no catálogo. Embora pouco repercutida, Anne traz lições valiosas para a vida e desperta a imaginação que vai muito além da infância. Aqui, listamos algumas das lições mais valiosas da série.

1. Equidade de Gêneros
   É fato que em 2019, meninas ainda são mais oprimidas que meninos, a sexualização por parte da sociedade patriarca e mídia ditando modelos quase inalcançáveis nos colocam em uma posição frágil, então é comum que no século XX, esse pensamento tivesse ainda mais adeptos, porém, Anne mostra-se a frente do seu tempo e sempre questiona o motivo dos seus direitos serem tão reprimidos em uma sociedade que garotos podem fazer o que quiser.


2. Superficialidade da Homofobia.
   Assim como as mulheres, pessoas homossexuais ou bissexuais continuam sofrendo com forte opressão devido à falta de entendimento e longa imagem construída por superficialidade, logo, o mesmo processo de descobrimento e aceitação que essas pessoas passam até hoje, é vista na trama, então podemos esperar que todo esse processo seja duplamente difícil, sem desprezar o que ainda significa hoje para os envolvidos.


3. Amigos são importantes.
     Mesmo nos deixando bravo às vezes, amigos podem ir longe para defender e te ajudar, Anne é a série mais pura sobre amizade, a forma pura e inocente como todos conseguem dar as mãos sem julgamentos é uma das coisas mais preciosas de todo mundo.


4. A importância de ter grandes objetivos.
     Por se tratar de uma série sobre amadurecimento da infância para adolescência é esperado que os objetivos estejam sendo amadurecidos e mostra o quanto é importante ter grandes objetivos para que se alcance o máximo possível, isso inclui toda a caminhada árdua até lá. É maravilhoso ver que mesmo anos distantes, pessoas já tinham grandes coisas para perseguirem.


5. Há um lugar para todo mundo.
  Por mais que às vezes seja comum a gente se ver completamente perdidos e não pertencentes a lugar algum, há sempre algum lugar onde seremos bem-vindos e seremos amados e acima de tudo, mais felizes do que possamos imaginar. Não importa orientação sexual, cor, gênero, pessoas que nos amam nos acolherão como estivéssemos voltando para casa depois de muito tempo distante.


2 comentários:

  1. Como eu amo essa série, meodeusss!! A Anne é apaixonante e a série é puro amor. ❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim sim :) Muito encantadora... Ansiosa para terceira temporada <3

      Excluir