Você é meu verde.


- Qual é? Eu gosto de você.
- Quando eu fui pintar meu cabelo de verde, todo mundo disse que era uma loucura, que ia ficar muito danificado, que não ia mais me dar o poder da invisibilidade que eu tanto amava no meio dos outros... que ele simplesmente se partiria e eu me arrependeria muito.
- Oi?
-  Então... eu fui perguntando a opinião das pessoas e todas diziam a mesma coisa, diziam "não, você tá louca?"
- Onde você quer chegar com isso? Como isso se encaixa na gente?
- Aí, por último alguém disse: Vai fundo, vai ficar simplesmente ótimo. Então, eu ignorei todos os comentários negativos de antes e pintei meu cabelo de verde. Com três dias, ele já estava bem quebrado, parecia que ele tinha perdido a inocência que eu cultivei durante anos, depois de uma semana eu não aguentava mais as pessoas me olhando, você sabe como é aqui, todo mundo olha. Depois de umas duas semanas ele estava tão quebrado que a cabeleireira me falou que levaria em média três meses para recuperá-lo ou até mais.
- Então... eu sou a cabeleireira? O que eu sou?
- Você é meu verde.
- Sou seu verde?
- Você é aquilo que todo mundo diz para eu não fazer, mas é tão tentador que eu procuro opiniões que me levem a você, mesmo quando você não seja o melhor. Porque assim fica mais fácil justificar minha culpa, parece que alguém se oferece para dividir o fardo, mesmo que quando tudo fique ruim, não tem uma só alma viva lá. Você é o verde que todo mundo dizia para não fazer e eu fiz porque procurei tanto por alguém que me dissesse ao contrário que nem contei até 10 quando isso não aconteceu. Depois de um tempo, ficou quebrado, ruim e era na dolorido de olhar. Eu queria ter ouvido as pessoas certas quando elas sabia que minhas decisões eram erradas, mas tive que fazer as erradas para ficar certa por mim mesma.
- O que você fez com o seu cabelo verde?
- Eu simplesmente cortei no tronco tudo que estava verde, nunca mais olhei para trás e aceitei que verde nem sempre é melhor para mim, mesmo quando eu queira.
- Você cortou?
- Eu cortei e esqueci. Como eu disse, eu nunca mais olhei para trás.

Uma carta do bem para outro garoto.

   

   Não vou dizer que esse é meu último texto, porque eu já disse isso antes e você é como um pêndulo em minha vida, não porque você entra a hora que quer e saí deixando tudo bagunçado e se debatendo entre si, atá porque eu sou dona da minha vida, da minha casa, da minha bagunça, eu não permito que você toque mais em nada. Você é um pêndulo, porque às vezes acho que te odeio, te odeio por tudo que você me fez passar, por ter me traído com outra garota, com outras garotas, por me fazer achar que os seus projetos eram importantes o suficiente para eu abrir um espaço na minha agenda e pedir pra você modificar tudo que eu tinha há anos construído.
     Eu estou quase sem vontade de escrever mais pra você, porque parece que perdeu a graça, parece que isso é um drama adolescente em forma de círculo em que só eu corro, você se sentou por um tempo, observou por um tempo, se cansou e foi viver sua vida enquanto eu escrevia sobre você e lia sobre a Síndrome do Coração Partido na internet e me fazia uma auto avaliação para ver onde eu poderia ter feito melhor, quando na verdade eu não podia.A verdade é que eu era incrível antes de você, mas depois de você... Eu virei fucking incrível, eu vou te dar um pouco do crédito, porque você me fez sentir borboletas no estômago, me fez que eu era forte o suficiente para tomar decisões importantes, que eu era capaz de crescer, depois que você me deu o fósforo, eu queimei sozinha, isso aí é tudo meu mérito.
      Vamos para as considerações importantes, afinal, jamais gostei de deixar ninguém ir embora sem uma despedida digna e eu estou tão pronta pra te deixar ir, mesmo quando ainda venha a minha cabeça de vez em quando que eu deveria te escrever mais. Primeiro, eu te desejo uma ótima vida, você tem muito potencial e pode virar uma pessoa grande se parar de agir como um clichê de merda que precisa de todas as garotas do mundo aos seus pés só para alimentar seu ego. Segundo, eu provavelmente procuraria terapia para essa coisa, essa necessidade de companhia que você tem, acho que você deveria aproveitar um silêncio às vezes, uma boca que fosse só sua, umas verdades ditas por inteiro, uma rejeição do bem que te faria crescer para caramba.
       Você também precisa ouvir mais as pessoas, suas palavras são tão importantes quanto as minhas, então aprenda a querer saber mais, o mundo não está girando em sua órbita, você não é o universo, embora há meses atrás eu achasse que o universo seria muito parecido com os seus olhos. Os seus malditos olhos verdes, aproveite e não manipule as pessoas com ele, queira ser reconhecido por seus talentos, a gente sabe que você tem, por que você sempre acha que para ser bom o suficiente tem que se impor em uma sociedade totalmente machista que vai te endeusar por quantas garotas você sai na semana? Que trauma de se enturmar é esse que você corre atrás como desesperado?
        Eu não te odeio, eu achava que sim, eu disse isso no começo, mas agora que o tempo passou, não tanto tempo na verdade (ainda sei seu número decorado), agora eu entendo que eu não te odeio, eu estava apenas odiando a situação, e aqui vá umas aspas para Larissa do futuro, às vezes você vai achar que odeia alguém, que odeia algo, que odeia tudo, mas você não odeia, não de verdade, você odeia tá passando por aquele momento, você odeia o que aquela pessoa te fez, você odeia a situação em que você se colocou e tudo bem, isso passa assim como uma chuva que ainda tem sol, é tão rápido que você nem deveria se ocupar em olhar. Voltando, eu não te odeio, odeio o fato de você ter me dado borboletas no estômago e depois não me explicar o que eu deveria fazer com elas, odeio o fato de você ter me colocado em uma caixinha que ficaria lá para sua disposição, eu não estou aqui para sua disposição, isso é frustrante para você?
        Eu também odeio o fato de você ter me feito se questionar se eu estava errada, mesmo quando eu não estava, porque isso me mostrou minha desconfiança na pessoa mais importante do mundo para mim, eu mesma, eu me perdi tentando ser a pessoa que você estava procurando e não foi suficiente, porque você ainda não aprendeu a ser suficiente para você mesmo, a gente tá funcionando em tempos diferentes e... você se culpa por me perder? Se culpa por ter feitos as coisas erradas quando poderia ter feito tudo certo? Porque, eu ainda estaria aí, caso tudo tivesse sido diferente, eu ainda estaria achando que seus olhos era o universo mais próximo que eu poderia alcançar bem na minha frente, eu continuaria escrevendo o quanto estava apaixonada por você e não como você doía todo dia como uma ferida aberta no meu joelho, estaria falando sobre você ainda para as minhas amigas, não que eu não faça isso, mas agora elas te odeiam, eu não, como eu te disse, eu odeio o que você me fez sentir.
       Tirando isso tudo, eu espero que sua jornada de descoberta seja tão valiosa para você quanto a minha foi para mim, que você ache exatamente quem você precisa achar, que você largue quem você não sabe amar, que você não pegue o que não é para brincar, que você saiba desde agora diferenciar suas opções e as garotas que passam pela sua vida, seus olhos não são meu universo próximo, porque meu universo é tão maior do que alguém como você, meu universo não pode caber em você, quando você não cabe em si mesmo. Aprenda a se expandir, aprenda a ser sozinho, acha seu caminho e se for para ser, a gente se encontra com o alinhamento dos astros, na data certa, com a hora marcada, com você melhor, com eu ainda maior de espírito e a gente...

Ele (não) gosta de você.

 

      Ele não gosta de você, ele gosta da facilidade que é estar com você, ele gosta de se sentir poderoso o suficiente para te fazer tremer toda vez que ver ele, gosta de como não tem que ouvir nada sobre seu dia, nem ocupar a cabeça dele com os seus problemas, porque no fim das contas, mesmo que você conte tudo a ele, ele não dá a mínima. Ele não gosta de você, ele gosta de te ter, gosta de marcar encontros escondidos, no meio da noite, gosta de te esconder e colocar na sua cabeça que aquele é um lugar de vocês e que ninguém deveria estragar, certo?
     Eu digo sempre a ele que eu não deveria chorar tanto por coisas tão bobas, ele concorda, me diz a mesma coisa. Mas, você não deveria me salvar quando eu me culpasse por aquilo que eu sou? Você sempre me pergunta sobre meus medos, do que tenho medo, por que não te deixo entrar, e então quando eu deixo, você estraga tudo, um vez, duas vezes, de novo e de novo, e você ainda dizia que não tinha essa capacidade, mas você sempre soube a verdade.
       Você não gosta de mim, você gosta da menininha que se veste bonitinha e fala baixinho só para que você possa falar mais alto e mais confiante perto dela, da menininha que não conversa com você sobre suas preocupações, ou sobre as dela, sobre seu futuro ou sobre o dela, você gosta da menininha que se senta na sua frente, deixa você roubar beijos, olhar pro chão com vergonha e depois te faz rir com uma piada idiota, só para que você se sinta mais inteligente do que ela, quando na verdade você não é, todo mundo sabe disso.
      Você gosta de dar uma de herói para princesas que não estão indefesas, porque é nisso que você é bom, certo? Em ser o cara perfeito para passar um tempo e fugir assim que as coisas ficarem sérias demais para sua rotina de fuckboy perfeita. E então, depois de vários textos para você, de perder uma viagem incrível, porque estava no celular me preocupando com você, de te odiar das várias formas que você me fez te odiar, você volta, não pela primeira vez e nem pela segunda, essa também é sua habilidade, você usa minha vida como porta giratória para satisfazer a sua vontade de permanecer e ir quando bem quer, sem se importar com quem mora na casa.
- Oi. - Você diz e então acha que com isso pode fazer tudo desaparecer.
- Quem é? - É tão mais fácil fingir que não te conheço, que não te procurei por aí, que não escrevi sobre você e que não importunei meus amigos com todos os detalhes sobre você.
- O amor da sua vida.
Sério que você ainda tem essa coragem? Não fale de amor comigo quando você não faz a mínima ideia do que isso significa cara, eu não estou disposta para esses joguinhos, eu ainda acredito em amores de vida, você com certeza não é ele. Amém... Eu te falo que me magoei, te falo que senti sua falta, porque é tão fácil para mim se abrir quanto aos meus sentimentos, falo que ainda sinto algo por você, mas não, não quero tentar de novo, não me peça mais a milésima chance, não há racionalidade em fazer isso, você é ruim para mim e a gente não funciona, eu simplesmente não sou sua prioridade, eu simplesmente não interesso, eu deveria pedir desculpas por isso? Eu deveria mudar por você? E então, mesmo que eu mudasse, eu sabia que você me abandonaria no dia seguinte sem nenhuma explicação, porque o problema não está em mim.
- Mas eu gosto de você.
- Não, você gosta do fato de nunca ficar sozinho, você gosta de me controlar como sua marionete, sua bonequinha perfeita, você gosta de ter quem te encontre segunda-feita à noite, quando ninguém mais está disposto. Você não gosta de mim, você gosta da ideia de ter alguém que gosta de você.
É isso. Espero que compreenda sua necessidade de companhia um dia e nunca mais faça isso na vida de ninguém.
Aproveita e vai se foder.
Sem ressentimentos.

Os pais não deveriam nos amar infinitamente?



  Eu tenho que começar a tirar algumas culpas de mim que na verdade são suas.
Eu tenho que deixar de carregar os seus fardos e me fazer forte o suficiente para superar todo o trauma que você me causa faz anos.
Primeiro, vou fazer um juramento de dedinho comigo mesma, nunca mais, repito, nunca nunquinha, nunca mesmo, repito mais forte, quem sabe assim eu acredito. Nunca mais, vou deixar você tirar nada de mim, e não vou me culpar pelas coisas que você me tirou.
     Aí eu percebo que é quase impossível levar isso pra minha vida, porque desde sempre você tem tirado coisas de mim, primeiro você tirou meu melhor amigo, então você me tirou experiências que garotas da minha idade deveriam ter tido, você me deu problemas que garotas da minha idade não deveriam ter, você me deu preocupações que eu não deveria me preocupar. Daí você me tirou a autenticidade, a ideia de merecimento que eu deveria estar no meio de todo mundo e nunca, nunca mesmo, me sentir deslocada, mas eu me sentia.
      Então você me tirou a possibilidade de trazer pessoas para a minha vida, porque uma hora ou outra, era óbvio que você como granada, afetaria elas, explodiria bem perto delas e elas me despedaçariam, porque elas também poderiam achar, como eu achava, que você era minha culpa, você era o meu problema, quando na verdade você não é. E então, você me tirou o significado de coisas que já estavam firmadas há anos e então eu vi que eu não tinha certeza de nada e que você nunca me deixaria ter.
     Eu juro, juradinho que eu não vou mais permitir que você me estrague mais do que tem estragado e juro juradinho que não vou ficar por você, mesmo quando passei anos achando que deveria ficar, não deveria. Eu juro, juradinho que eu nunca mais vou ter pena dos problemas que outras pessoas lhe causaram e agora você joga em mim, não são desculpas, você não pode simplesmente achar que porque sua vida foi um inferno você pode transformar a minha também, simplesmente não é justo. Você sabe disso.
Eu juro, juradinho que eu nunca, nunca nunca nunca mais vou me ofender quando você me disser que vive sem mim, eu sei que vive, aliais, seria impossível eu listar todas as pessoas do mundo que podem perfeitamente viver sem mim, mas você não deveria, você deveria dizer justamente ao contrário, porem eu jurei juradinho que eu não ia me ofender pelas vezes que você me mandou embora da sua casa, você sempre teve seu direito de magoar a mim quantas vezes quisesses, não importa, sempre ia ser meu problema, minha culpa.
     Juro, juradinho que isso não é amor e não vou jamais romantizar a forma que você me trata e por isso também jamais vou aceitar que alguém me maltrate dessa forma e diga a mim que isso é amor, eu sei agora que não é. Eu juro que eu nunca, nunquinha, vou colocar em você os meus problemas mentais, mesmo quando você tenha feito tempestades em minha cabeça e desordem no meu coração, juro que assumo a culpa por toda minha melancolia sozinha, é tudo meu, é tudo intenso, mas juro que não foi você.
     Eu juro, juradinho que vou fazer o que você quer e eu vou embora, apenas me deixe se organizar direitinho, porque ainda dói muito te deixar assim de fininho no lugar que você disse que eu ia ser feliz e foi onde eu cresci assim
forte
quebrada
desajustada
e ainda eu.

O histórico desafio de valorizar o professor.


Então, olá beninas e beninos (voz blogueira) estamos aqui nesse post para mais uma redação bem fresca, feita no dia 0303/2020. Hoje, a gente vai reunir várias coisas legais para você escrever uma redação maravilhosa sobre a valorização dos professores  no Brasil, porque os bichinhos são tão desvalorizados? O que estar por trás disso tudo? O que posso usar de alusão? cadê os dados querida? Tudo isso vai está abaixo.
Alusões:
Primeiro de tudo vamos começar com uns exemplos de homão para citar na redação e fazer um Mundo ideal X Mundo Real.

X- Men
O filme/desenho de heróis conta com uma figura muito ícone para usar na redação, que é o professor Xavier, apesar das dificuldades físicas, ele usa da inteligência e instrução para ajudar heróis a controlarem seus poderes e usarem para o bem da humanidade, por isso, ele tem um papel importante e central na academia e é muito valorizado e respeitado por todos ao seu redor.

Glee
Acharam que não ia ter Glee nesse post? Acharam errado. O nosso prêmio de melhor professor vai para Will Schuester. ALERTA DE SPOILER:
Will se mostrou durante todas as temporadas ser mais que o professor da galera, se mostrou um pai, ele ajudou Finn quando a namorada dele ficou grávida e o garoto não sabia o que fazer, ajudou Santana a se aceitar, ajudou Kurt a enfrentar seus medo, ajudou Rachel a dar espaços aos colegas e dividir todo o seu estrelato. No decorrer da série, ele é amado, respeitado e visto com membro da família mesmo depois que os alunos deixam a escola, tudo isso contra sua esposa que no começa odiava a ideia dele ser professor por conta da desvalorização e má remuneração.
Ainda bem que ele trocou... de esposa, claro, se liga em alguns momento do Will.
Homenagem da galera pra esse homão:

Will chorando pela morte de um dos seus alunos mais queridos:


Harry Potter:
Tem professor mais querido e amado do que Dumbledore? Ele deixou Harry sob os cuidados dos tios quando criança, depois fez questão de ensinar tudo sobre bondade e sabedoria, se sacrificou mais de uma vez pelo bem estar dos alunos e foi reverenciado por toda a vida, bem contrário do que acorre no vulgo Brasil, né não manas?

La Casa de Papel
Claro que um assalto em um dos maiores bancos do Brasil não se faz sem um cérebro né? Na série, tudo é ensinado por um professor, por meio de lógica e estratégia, há varias saídas de possíveis emboscadas e imprevistos. Logo, ele começa a ser visto como alguém cada vez mais brilhante, seja pelos seus alunos/ladrões e pelos órgãos que tentam sempre estar na frente, mas sem sucesso.

Dados
Apenas 9% dos brasileiros acreditam que os professores são respeitados no País. Esse dado levou o Brasil a cair para o último lugar em ranking que avalia o nível de valorização dos professores em 35 nações. O estudo, batizado de Índice Global de Status de Professores, é desenvolvido anualmente pela Varkey Foundation e foi divulgado nessa quarta-feira (7).

Menos de 1 em cada 10 brasileiros (9%) acha que os alunos respeitam seus professores em sala de aula – também o último lugar do ranking. Para efeito de comparação, a China é país com a melhor avaliação: lá, 81% das pessoas acreditam que os docentes são respeitados pelos alunos. Para Sunny Varkey, fundador da Varkey Foundation, o índice fornece provas de que o status dos professores na sociedade, seu prestígio e a forma como são enxergados, tem influência decisiva no desempenho dos alunos na escola. - G1
Redação abaixo para print e salvar:
NOTA: 960
200 + 200 + 200 + 160 + 200

Desafios para a formação educacional de surdos no Brasil.

   

     Então, abrindo nossa série de redações nesses blog (que antes tinha a única função de "ouvir" meu melodrama), vamos com uma redação minha nota 1000, embora o tema tenha sido do ENEM 2017, eu fiz essa redação já esse ano, especificamente no dia 24 de fevereiro (2020), e eu sei que por mais que o enem não costuma repetir temas, e importante a gente dar uma treinada nos que já caíram para ver onde as alusões encaixam, onde dá pra colocar uma coringa de boas.
      Antes de verem a foto da redação, salvar, printar, o que seja, eu queria dar uma pincelada no tema, falar sobre, mostrar alusões e tais, para que sirva pra vocês em outros temas

Desafios para a formação educacional de surdos no Brasil.
Primeiro de tudo, vamos dar uma olhadinha nesse vídeo abaixo aqui de um dos episódios da série Glee:


O contexto que esse vídeo foi feito é muito importante, mostra como uma educação feita especialmente para surdos pode mudar a vida dessas pessoas, já que com o conhecimento, eles puderam aprender as letras e por mais que a melodia não fosse seguida, o coral foi formado somente de pessoas surdas sem maiores problemas.
Olha que alusão mais linda, né não?
     Além do mais (Pausa para ver o conectivo de adição que eu usei. Obrigada), a gente pode citar que essa educação é muitooo importante para a criação de laços, sim, imagina aí se você é surdo e ninguém sabe se comunicar com você por libras, você vai sentir que não tem muito o que "dizer'' para esse pessoa, logo os laços entre você, surdo hipoteticamente ou não, ficam muito fragilizados com outras pessoas. 

    Abaixo segue a redação com os direitos autorais liberados para você pegar pela escritora/vestibulanda eu:

As desculpas (manipulações) do garoto de olhos verdes.


   Não adianta culpar o céu pelas suas escolhas, nublado ou sol, nunca foi desculpas para você. Não adianta culpar todas as meninas que passaram pela sua vida, afinal, você deveria ter controle sob suas ações. Não adianta vir culpar sua família, eles te deram a melhor educação que puderam, e por favor, não adianta me culpar, dizendo que eu que não dou as oportunidades de você fazer a minha a sua felicidade, não adianta dizer que eu que complico tudo se é você que coloca mais incógnitas do que nosso cálculo suporta.
      Não adianta vir me procurar depois com mentira bonitinhas, olhos caídos e elogios furados, eu sei bem com quantas você fez isso, não adianta achar que vai ter mais textos para você, porque eu estou fechando a mala e você não merece ser imortalizado. Não adianta me fazer pensar no que poderia ser diferente, porque as coisas foram exatamente resultado de suas ações. Você é egoísta querido, você é egocêntrico, você some e espera que as pessoas sempre sintam sua falta como se você fosse o ser humano mais importante da face da terra e de fato, você deve ser, para alguém, para alguma delas, para mim um dia, mas não adianta ficar quando o outro não quer.
      Não preciso de ninguém que não queira ficar e você nunca quis, não adianta fazer discurso, enviar mil textos para você, te bloquear, todo dia dói menos, amanhã já não vai doer quase nada, porque aqui está tudo o que eu queria te dizer: Primeiro, você me fez acreditar que amor doía, que eu não deveria me importar com a dor, porque você machucava e curava ao mesmo tempo, na verdade, era eu quem me curava toda vez.
      Depois você me fez acreditar que meus amigos estavam errados e que eu só precisava de você, caramba, isso foi muito longe, apenas os deixe em paz, assim como eu, eles nunca mais querem cruzar com alguém como você. Depois, você me fez acreditar que eu era exagerada demais, que eu deveria ser menos piadista, ficar mais comportada, ser mais quieta e deixar você ditar os passos que a gente deveria seguir, porque você não gostava de garotas mandonas.
        E então, você me fez se calar, porque eu te interrompi no meio de uma de suas histórias, e eu ainda pedi desculpas. Então, a lição mais importante disso é que por mais que eu esteja agora perdidinha da vida, com o cabelo rosa desbotado, uma franja torta cortada em um momento de surto, eu tenho pena é de você. Você tentou tirar meus amigos, minha auto estima, minha confiança, me mandou não te interromper quando você falasse e dizia também como eu deveria me vestir, como eu poderia fazer seu estilo, como eu poderia te encontrar e que horas, mas você não conseguiu me tirar de mim, só me afastou por um tempo, e então eu voltei e vi que merecia mais do que esse clichê meia boca que você tava jogando para cima.
       Eu recuperei meus amigos, eu recuperei minha dignidade, minha grandiosidade e te mandei embora da minha vida, depois dos meus textos, então das minhas músicas e da minha rotina, e embora eu não possa evitar de ter ver, pelas circunstâncias da cidade, ninguém nunca mais vai me quebrar e me manipular do jeito que você tentou fazer.
Espero que seja mais gentil com a(s) próxima(s) garota(s) da sua vida baby boy.