Sou feminista?


      As pessoas vivem reclamando sobre as feministas, eu vi muito a respeito, então eu queria falar sobre coisas que para muitos podem ser consideradas banais, mas tenho que falar, o que é feminista? Por definição, feminista é qualquer um que lute pela igualdade de gêneros, pois bem, não quero me considerar feminista, nem quero criticar.
       As mulheres, brasileiras principalmente, já que o Brasil está no Ranking mundial, devem ter direito de dormir sem medo do seu quarto ser invadido por um maníaco, devem escolher uma roupa sem se preocupar se aquilo vai dar vontade de algum panaca estupra-la, deve sair a hora que bem entender e caminhar pelas ruas que quiserem, sem que ouça piadinhas e assobios, Porque estamos tentando criar mulheres, mulheres não são objetos, mulheres são pessoas, e pessoas com medo não se faz uma sociedade igualitária.
     "A cada onze segundos, uma mulher é estuprada ou sofre algum tipo de violência", eu quero viver em um país em que onze segundos, sejam apenas onze segundos, onze segundos de qualquer coisa, menos de violência, quero viver num país onde eu faça planos ainda na adolescência de ter filhas sem me preocupar com a segurança delas, quero que elas sejam livres, quero da-las para a contribuição de um mundo melhor, quero que elas saiam com suas amigas e não ouça piadas nojentas, que fiquem envergonhadas dos seus corpos, quero que elas saibam que o corpo não é objeto.
      Eu acredito no feminismo pacífico, porque essa á uma saída que muitos ainda planejam para tirar o mundo da miséria total que vivemos, eu acredito no feminismo que não exclui e detona os homens, eu acredito no feminismo que pede seus direitos de forma educada, que inclui os homens, que buscam todos juntos uma opção viável para o problema, eu acredito no feminismo que vai dar a minhas futuras filhas, o direito de ir e vir sem medo, eu acredito nas feministas que vão fazer onze segundos serem apenas onze segundos.
      Pois se se feminista é fazer isso, eu me declaro feminista, mas não vou deixar de me depilar, de me maquiar, começar a julgar os homens, começar a ser a mais inteligente de uma roda de amigos, sendo que não sei sobre o que estão falando, Porque se bem sei, isso é censura, isso é regras severas contra a mim mesmo, e sinceramente, me perdoe você que faz isso, mas deixar de se depilar para mostrar sua indignação com a diferenças dos gêneros, não vai dar direito a ninguém. Pois, já se via desde 1968 no Brasil, se quer algo, saia as ruas, mostre o que você quer e no fim... Consiga.

Nenhum comentário:

Postar um comentário