Precisamos falar de: Depressão e outros transtornos.

   

      Depressão e doenças mentais sempre foi algo muito próximo à mim, escrevi um livro sobre quando tinha 14, vi pessoas da minha família sofrerem por isso e vi amigos. Nossa sociedade ainda possui uma ideia muito errada, não apenas sobre esse assunto, mas todos os outros que nos cercam, sobre a doença, por isso seria legal falarmos sobre.
      Não tenho depressão, mas sofro com outras coisas ligada à mente, não sei se isso é ruim, porque provavelmente desse lado que venha tantos textos que me esvaziam. Mas, o que vejo sempre é quando alguém pede ajuda, quando alguém é corajoso o suficiente para dizer que não aguenta mais, as pessoas só dizem "não coloque isso na cabeça" e viram as costas. Não coloque isso na cabeça é a resposta que elas dão a qualquer pedido de ajuda que ligue seus problemas ao seu cérebro, e então depois que o pior acontece, vem aquela outra frase típica: "Quem podia imaginar? Era tão alegre." Mas não era.
       Não era alegre, se você sente isso também, quero dizer que tudo bem você se sentir infeliz, você se sentir incompreendido e vazio e como se fosse um risco mal feito na folha, bagunça. Você não é ingrato por sentir isso, você é bom, você é amado, você vale a pena. Não desista de você. Sei que pode ser difícil pedir ajuda e sei o que a maioria das pessoas vão dizer, já ouvi as mesmas respostas, já senti tudo, mas ainda não desisti. O que você sente é importante, o que você sente alguém se importa.
      E daí que "você tem tudo"? - Frase típica também - você pode se sentir arrasado duas ou mil vezes, não é sua culpa, bens materiais não impedem a bagunça na nossa mente, ninguém a controla, nem mesmo nós mesmos. O que resta é aceitar e conviver com a bagunça, mas não se desespere, alguém vai chegar, de um jeito tão doce e gentil, vai pegar cada caquinho do chão, vai estudar você por inteiro e vai ver onde cada peça encaixa-se, alguém vai cuidar de você, alguém vai ouvir seu pedido de ajuda e não vai virar as costas dessa vez. Você só precisa esperar mais um pouco, tenha calma, não desista. Seja corajoso. Sempre.
       Já para as pessoas que ouvem esse grito de socorro e fala as típicas frases. Não faça isso. Você não está sentindo, você não está sentindo o vazio, nem a bagunça. Também não diga "tire isso da sua cabeça", porque além de não ajudar nada a pessoa que está sofrendo, você também a está culpando por sentir e então, ela vai começar a se perguntar como parar de sentir, ela vai achar que toda aquela bagunça, todo o barulho é culpa dela e não é. E você não sabe como é porque você não está no lugar dela. Então se for ignorar o pedido de ajuda, pelo menos seja gentil e jamais coloque a culpa nela. Tem uma frase muito inspiradora, que é a frase que eu quero terminar esse texto. "Todo mundo que você conhece está lutando em uma guerra da qual você não sabe. Seja gentil. Sempre."

Nenhum comentário:

Postar um comentário