FEMINIST


    Feminismo é sobre poder ter escolha, como mulher, do que vai acontecer com o seu corpo, quem vai tocar e que horas, é sobre como cidadão comum dar a essa mulher esse poder de escolha. É sobre poder trabalhar em uma mesma função, em uma mesma carga horária e ganhando exatamente igual, é ser recompensado por méritos e não por gêneros. É sobre ter outras visões além da vida de doméstica e dona de casa que nem todas querem seguir e se quiser seguir tudo bem também.
     É sobre ser um grito no meio do nada ou no meio do tudo, ser um grito nos mesmos espaços em que homens podem gritar e não ser sufocada por uma voz superior. É sobre ter o poder de escolher com quem vai casar, sem interesses familiares. É sobre dar a mulher o direito da escolha da sua maternidade e não interferir em uma opção diferente da que foi definida anos atrás. É sobre ter segurança para andar sozinha na rua a hora que bem entender e ter apenas as mesmas preocupações que um cara teria na mesma situação.
     Feminismo é sobre não ser reprimida, não ser calada, ser expansionista, ser princesa se quiser, mas também ser uma engenheira aeronáutica e ganhar oceanos e céus sem ouvir piadas sobre sua capacidade profissional. É sobre não reduzir a mulher ao seu corpo, seu cabelo, suas unhas e toda sua aparência externa, mas reconhecer que ela possui um cérebro que trabalha tão bem e talvez melhor do que o cérebro masculino. É sobre não elogiá-las apenas por algo tão superficial e que já está com ela por natureza, mas elogiá-la por ela sustentar um filho sem uma figura paterna, ou sobre ela tentar sozinha construir uma carreira profissional, é sobre ela inspirar outras mulheres, sobre deixar que ela e as outras pensem por si só e sejam capazes de fazer suas próprias escolhas sem interferência de outro gênero que se acha superior para ditar algo que não é de sua realidade.
     Feminismo é sobre fazer as mulheres se sentirem confortáveis em seus corpos, seus vidas e em seus relacionamentos e não fazê-las achar que seu valor está em comparação com outras mulheres e sim em suas essências. É sobre ajudar a cada uma a se encontrar e a fazer as pazes consigo mesma. É sobre não ofender outras mulheres por causa de relacionamentos passados e coisas que não derem certo. É sobre levantar outras pessoas, é sobre empoderar crianças, é sobre ensinar as meninas que nenhum menino deve mandar ela calar a boca, é sobre ensinar meninos que uma saia não é convite, é sobre ensinar que a mão boba deles podem ser controladas se a outra envolvida não se sente confortável. É sobre igualdade, não superioridade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário